quarta-feira, 29 de junho de 2016

Eu Li: Um grito de amor do centro do mundo - Kyoichi Katayama


Olá Pessoal!!

Hoje vou falar do livro que li em Abril e Maio, mas o que me chamou atenção para querer ler esse livro foi saber que ele foi um Best-seller no Japão, com mais de 3,5 milhões de exemplares vendidos!
E como tenho interesse em saber mais sobre a cultura e costumes do País, acabei comprando o livro.

Já o li duas vezes, a segunda li porque achei que deveria fazer um post Eu Li sobre esse livro, e cá estou eu!
O livro é o:

Um grito de amor do centro do mundo – Kyoichi Katayama


Nome original: Sekai no chuushin de ai wo sakebu
Ano: 2001
Editora: Alfaguara
Páginas: 155

Lembram que quando falei do livro Confie em mim (link Aqui! ), disse que ele deveria se tornar um filme? Pois é! Esse livro já foi adaptado para o cinema e para uma série de TV, além de ter se tornado um mangá (história em quadrinhos) de sucesso no Japão. Mas, infelizmente, tanto o filme quanto a série não foram lançados oficialmente no Brasil. O mangá foi publicado por aqui pela JBC, em 2007.

O filme:





























A série de TV:


O mangá:



Afinal, o que eu achei do livro? 

Triste. É a palavra que eu uso para definir esse livro. Se você tem facilidade de se emocionar com livros, esse, com certeza, será um deles.

Conta a história de amor entre dois amigos que estudavam juntos. Um amor puro, inocente. E sobre a perda e a saudade, a falta da pessoa amada.
E o livro já começa com aquela a tristeza de quem perdeu um grande amor e a revolta e indignação porque isso aconteceu.
O livro sempre mostra o presente e o passado, mas não há uma transição entre os dois, o que no início gera um pouco de confusão no leitor, mas ao decorrer da história isso melhora e fica clara a transição.

Por ser uma história de amor, o leitor passa a ter um apego pelos personagens, a torcer pelo casal e se emocionar.

E ai? Já leram esse livro? Qual me recomendam? Contem-me nos comentários!

Até o próximo post!

Beijos
Desenvolvimento por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo